26 de setembro de 2009

Como ir do aeroporto CDG ao centro de Paris

Este artigo surgiu graças a um e-mail do leitor Eduardo Castilho, no qual ele perguntava sobre as melhores maneiras de ir do aeroporto Roissy Charles de Gaulle até o centro de Paris.

Como a resposta ao email do Eduardo pode ser útil a outros leitores, decidi tomá-la como base para escrever um artigo do Viver Paris.

Pois bem, para ir do aeroporto Charles de Gaulle ao centro de Paris, particularmente recomendo 4 opções igualmente interessantes. Qual delas é a melhor? Aí depende do que cada um prioriza: conforto, comodidade, rapidez, economia... Comentarei um pouquinho sobre cada uma para ajudar você a se decidir sobre qual é a mais adequada à sua necessidade - o importante é saber que todas elas são igualmente seguras e eficientes. Vamos lá?

RER: O RER é o trem metropolitano da região parisiense e conta com uma estação dentro do aeroporto Roissy Charles de Gaulle. Considero o RER uma opção prática, rápida e econômica. Porém, se você estiver viajando com muitas malas, carregá-las dentro do trem pode ser uma tarefa um tanto desconfortável. Normalmente é o transporte que eu uso com mais freqüência quando preciso me deslocar entre o aeroporto e a cidade, pois não é caro e dá para ir com bom nível de conforto.

Mas, antes de acessar as plataformas, você deve passar na bilheteria e adquirir seu ticket que custa 8,40€ até Paris. O aeroporto é muito bem sinalizado (siga as placas “Paris par train”) e você chega sem dificuldade às plataformas de embarque da linha B do RER, localizadas entre os terminais 2D/2F e 2C/2E .

Detalhe da plataforma de embraque do RER B no aeroporto Roissy CDG

Você deve pegar o trem sentido Robinson ou St-Rémy lès Chevreuse - os trens para ambas as direções atravessam Paris. A estação Châtelet-les-Halles, que fica no centro de Paris, é que interliga com mais linhas do metrô (1, 4, 7, 11 e 14).

No aeroporto você pode adquirir seus bilhetes do RER em terminais de auto-atendimento iguais a esses.

As estações Gare du Nord, Saint-Michel-Notre-Dame e Denfert-Rochereau também são dentro de Paris e igualmente são ligadas ao metrô. Portanto a melhor estação para você descer vai depender de onde você estiver hospedado.

Taxi: Os taxis podem ser o meio de transporte mais cômodo e confortável, mas é também o mais caro dentre as 4 opções apresentadas - uma corrida do aeroporto CDG até o centro de Paris pode chegar facilmente a 50,00€.

Recomendo o uso dos taxis quando você estiver acompanhado de crianças ou idosos, quando estiver imprestavelmente cansado ou ainda quando simplesmente achar que é melhor deixar para economizar com outra coisa - cada um é que sabe onde o próprio calo aperta, certo Joãozinho?

Detalhe do padrão de identidade visual dos taxis parisienses.

Sempre é bom lembrar que, além do valor da tarifa, os taxis parisienses cobram uma taxa de aproximadamente 3,00€ por mala transportada (mas fique tranqüilo: isso não inclui o "mala" do seu primo Albertinho).

Les Cars Air France: A Air France dispõe de um ótimo serviço para o transporte de passageiros entre os aeroportos e a cidade de Paris - mesmo que você tenha voado por outra companhia.

Já usei e comprovei a eficiência e a qualidade desse serviço. Chegando à Paris, o ônibus pára em pontos-chave da cidade, de acordo com a linha escolhida, por exemplo:

A linha 2 tem ônibus saindo a cada 30 minutos do aeroporto Roissy até Porte Maillot e Arco do Triunfo. O trecho avulso custa 15,00€ e a ida/volta sai por 24,00€. Crianças de 2 a 11 anos pagam 7,50€ o trecho.

Já a linha 4 também tem ônibus a cada 30 minutos e vai de Roissy até a Gare Montparnasse e Gare de Lyon. O trecho avulso custa 16,50€ e a ida/volta sai por 27,00€. Crianças de 2 a 11 anos pagam 8,00€ o trecho.

Portanto, se optar pelo uso dos ônibus da Air France é mais vantajoso fazer a compra conjunta de ida e volta. Grupos com mais de 4 pessoas têm redução de 15% na tarifa e bebezinhos de colo não pagam.

Para voltar ao aeroporto: um dos pontos dos ônibus da Air France fica na Place de l'Etoile (Arco do Triunfo).

Detalhe importante: Os bilhetes devem ser comprados no guichê Les Cars Air france, antes do embarque. Para saber mais sobre os itinerários, a localização dos pontos dos ônibus Air France e a dos pontos de venda no aeroporto, clique aqui.

RoissyBus: O RoissyBus é ônibus da RATP (a empresa parisiense de transportes urbanos) que interliga os aeroportos ao centro de Paris. Ainda não cheguei a usar o RoissyBus, mas pelo o que andei pesquisando - e pela confiança que tenho nos serviços da RATP - me pareceu uma excelente opção.

E você vai ver que é fácil, para nós que sofremos tanto com o ridículo serviço de transporte público brasileiro (que cobra caro pela tarifa e chama de “ponto de ônibus” um pedaço de pau fincado na calçada), nos tornarmos fãs incondicionais da eficiência e do profissionalismo da RATP.

O RoissyBus passa pelos terminais 1, 2 e 3 do aeroporto CDG a cada 15 minutos, das 6h00 às 19h00, e a cada 20 e 30 minutos, alternadamente, das 19h00 às 23h00. O ponto de chegada em Paris é em frente o palácio Garnier (Ópera de Paris). O preço do trajeto é 9,10€.

Para acessar o mapa detalhado do percurso do RoissyBus, clique aqui. Para acessar a tabela detalhada de horários do RoissyBus, clique aqui.

São assim os ônibus municipais que interligam os aeroportos ao centro de Paris.

Esse mesmo serviço serve também o aeroporto de Orly através do OrlyBus, que liga o aeroporto à Denfert Rochereau, ao preço de 6,40€ por trajeto.

No site da RATP você encontra todas as informações sobre o uso dos transportes municipais, além de traçar itinerários com rapidez e eficiência. Nesse simulador de itinerários você pode selecionar o percurso pelos critérios de “mais rápido”, “mais econômico” ou “com menos interligações”. A ferramenta indica passo a passo as linhas e sentidos das estações que você deve utilizar, além de informar o tempo total do traslado até o seu destino - calcula até a quantidade de CO2 gasto no trajeto.

Mapas e informações: O que foi Joãozinho? Ainda se sentindo um tanto perdido no meio daquele aeroporto enorme? Relaxe... No aeroporto existem guichês da Office de Tourisme, o órgão de apoio gratuito ao turista que visita a França e está espalhado por todo o país. Lá eles te fornecerão mapas detalhados da cidade e do sistema de transporte urbano parisiense, além de prestarem todas as orientações necessárias a quem acaba de chegar à cidade. Se o seu francês te deixa na mão até na hora de pedir um croissant, não precisa se preocupar: o atendimento é cordial e feito em diversos idiomas - o pessoal do atendimento usa uma bandeirinha no uniforme indicando os respectivos idiomas falados pela equipe.

Essa é a carinha do balcão de atendimento da Office de Tourisme no aeroporto Roissy Charles de Gaulle. Nos horários de movimento do aeroporto sempre tem um pessoal prestativo para te atender.

Os mapas do sistema de transporte também podem ser obtidos gratuitamente em qualquer guichê de atendimento das estações do RER e do metrô. Os motoristas dos ônibus circulares de Paris também costumam ter o mapa detalhado da linha. As Galeries Lafayette dispõem de mapas turísticos gratuitos, com indicação de ruas e pontos de interesse em Paris.

Para maiores informações, acesse o site CDG Facilie, o guia virtual simplificado do aeroporto Charles de Gaulle.

48 comentários:

Anônimo disse...

Boa noite. Estamos usando como guia este site e não verifiquei informações sobre como usar o wi-fi grátis em Paris. Podem nos ajudar? obrigado Marcelo

Jackson Martins disse...

Prontinho, Marcelo! Ja foi postado um artigo sobre o assunto. Obrigado pelo comentario e pela sugestão. Abraço.

Cláudia disse...

Jack, depois desse post completíssimo é impossível ter alguma dúvida e só pega táxi quem realmente quiser. No meu caso, estar com mala é um fator decisivo para pegar um taxizinho básico.Vão-se os euros, mas a coluna agradece.

Jackson Martins disse...

Obrigado pelo comentario Claudia. Um grande abraço.

Jorge disse...

Muito bom o blog, obrigado!
Tudo que precisava

Marina Bertolucci disse...

Estou indo para Paris em dezembro e estou completamente viciada em blogs como este, que mostram Paris como uma cidade de seus habitantes e não só dos turistas!
As dicas de transporte certamente serão mto úteis pois já caí na besteira de pegar um táxi por comodidade, sem me lembrar que no "1º mundo" o transporte público realmente funciona e é confortável!!
O blog já está nos meus favoritos!
bjs
Marina

marcos disse...

SHOW. Dicas perfeitas. Acabei de chegar e o RER é perfeito. Desci em Luxemburgo, na porta de casa. Cuidado somente no horário pois, entre 17 e 19 horas, estação San Michel fica cheia. Se chegar com muita bagagem, vai para o fundo DO vagão para não atrapalhar na porta.

Tiago disse...

Jackson, tudo bem? Chegarei em Paris no aeroporto CDG, e preciso pegar um trem para Barcelona. Como a estação que faz a linha Paris/Barcelona é a Gare de Lyon, gostaria de uma dica de como chegar até esta estação partindo do CDG. Você pode me ajudar? Obrigado e parabéns pelo blog!

Jackson Martins disse...

Olá Tiago, como vai?

Para ir do aeroporto CDG à Gare de Lyon é bem simples, e você tem 2 opções igualmente interessantes:

Opção 1: usando o RER
No CDG pegue o RER linha B com destino a Paris (pode ser sentido 'Robinson' ou 'Saint-Rémy-lès-Chevreuse' - ambos atravessam Paris). Desça na estação 'Châtelet les Halles' e pegue o RER linha A sentido 'Marne-la-Valée' ou 'Boissy-Saint-Léger' e desça na Gare de Lyon.

Opção 2: usando RER e metrô
No CDG pegue o RER linha B com destino a Paris (pode ser sentido 'Robinson' ou 'Saint-Rémy-lès-Chevreuse' - ambos atravessam Paris). Desça na estação 'Châtelet les Halles' e caminhe até a estação 'Châtelet' para pegar a linha 1 do metrô (a interligação é subterrânea e feita a pé, basta seguir a sinalização). Pegue a linha 1 do metrô sentido Château de Vincennes e desça na Gare de Lyon.

Para acessar o mapa detalhado do RER/Metrô, acesse:

http://www.ratp.info/orienter/f_plan.php?loc=reseaux&nompdf=metro&fm=gif

Um grande abraço e boa viagem!

nelia disse...

Adorei o seu blog,e esta me ajudando bastante pois estou a pensar ir em setembro a paris.obrigada!Já agora dava para por tambem sitios onde comer barato?e a localização?

Jackson Martins disse...

Obrigado pelo comentário Nelia. Nos póximos dias vou postar algumas indicações de restaurantes com boa relação custo-benefício. Um abraço.

fsoranz disse...

Uma outra alternativa (um pouco mais dispendiosa, mas muuuito mais confortável) é a contratação de translado aeroporto-hotel e vice versa. Recomendado por amigos, utilizamos os serviços da Conect Paris. (conectparis@gmail.com) Motorista franco-brasileiro muito atencioso e de um insuspeitado profissionalismo, o Fraçois tornou a nossa chegada um sucesso. No retorno, o seu irmão Mateus repetiu a dose de cavalheirismo e competência, evitando todo aquele stress do trãnsito, das bagagens e da confusão dos novos terminais do Charles de Gaulle. Não hesito em recomendá-los, pois pretendemos nos utilizar dos serviços dessa ótima equipe nas próximas viagens.
os contatos podem ser feitos pela internet ou por telefone: Nileide Quemeneur - Conect Paris - 06 66 16 80 41
Em tempo: O Viver Paris tornou-se a nossa Bíblia em tudo o que se refere a férias divertidas em Paris. Insubstituível!

Jackson Martins disse...

Bom dia 'fsoranz',

Que bela dica essa do Conect Paris. Merece um post. Obrigado por acompanhar o Viver Paris e pelas palavras elogiosas ao blog. Um grande abraço!

Anônimo disse...

vc acha que chegando as 20:00 no aeroporto CDG, e pegando o RER, ate onde e devo ir para descer no Comfort Inn Mouffetard -Quartier Latin
56, Rue Mouffetard, 05. Panthéon- Notre Dame, 75005 Paris e pegar qual metro em qual estaçao?
. outra duvida meu voo para o Brasil sai no dia 16/10 as 10:30, que horas começa a funcionar o metro, e o RER que vai ate o aeroporto, ou vc acha melhor pegar um transfer?
obrigado

Anônimo disse...

Também utilizei os serviços da CONECT PARIS e recomendo.
Agora em setembro estive em Paris com mais 4 parentes. Foram 4 translados e um passeio aos Castelos do Vale do Loire.
Fomos atendidos com profissionalismo, seriedade e segurança por François (mineiro e pai francês) e sua equipe.

AYRTON

Carol disse...

Oi
Voltarei para o Brasil saindo do CDG, o embarque está marcado para as 8 horas da manhã. Ficarei no metro Republique. Estou preocupada, quanto tempo antes tenho que sair do hotel e qual é a forma mais economica que vc indica de chegar até o aeroporto? Obrigado

mariane disse...

Olá!
Tenho 7 horas disponíveis em Paris e gostaria que vc confirmasse se o meio que escolhi para visitar 2 pontos turísticos são válidos ou se há melhor opção:
Ida: Aeroporto RER B até Denfert Rochereau-metrrô 6 até Trocadero
Trocadero até Charle de Gaulle Étoile(metrô 6 )
Volta:Charles de Gaulle Étoile(RER A até Châtelet les Halles-RER B até Aeroporto
Obrigada.
Mariane
* o acesso a estação do RER é fácil?

Janiel disse...

E ai MAriane? Voce conseguiu fazer o seu tour em 7h?

Luiza disse...

Olá, adorei suas dicas! Não vale mesmo a pena pegar taxi!! Em agosto estarei indo para Paris, minha primeira vez. Eu entendi tudo relacionado a transporte, mas quero ter certeza de q não vou errar, já q meu ingles está enferrujado e não falo francês. Chegarei pelo Charles de Gaulle e estarei hospedada muito perto do jardim de luxemburgo e a sorbone. Realmente acho a melhor opção o RERB. Será que poderia me dizer com detalhe como chegar a estação proxima ao meu destino?
Muito obrigada.

Anônimo disse...

NOSSA....FANTÁTICO este blog...seria ótimo se todas as pessoas utilizassem a internet para trocar informações e tornar a vida muito simples. Parabéns pela forma simples e clara de passar as informações. Amei...o blog ficará registrado no meu favoritos para acessar em qq emergencia qdo estiver em Paris.

Estarei viajando em Junho para Paris com meu filho de 7 anos.

Bjos e mais uma vez Parabéns!
Fatima

Ricardo disse...

Entre as opcoes RER / Onibus da Air France e RoissyBus, qual a melhor delas para chegar do CDG ao Hotel IBIS OPERA BASTLE?

Anônimo disse...

Meu caro, muito bom esse post. Bastante completa sua exposição sobre os meios de chegar à Paris tendo como partida o CDG.
Tenho que ir para Courtalain sozinho, pela primeira vez, e je ne parle pas très bien! Seus post foi de grande ajuda.

Elisangela disse...

Boa noite a todos. Pretendo ir pela segunda vez a Paris ( desta vez com mamae a tiracolo). Seu post me ajudou a decidir o meio p/ chegar ao Opera. So tenho um comentario : me espanta o num de pessoas que desconhecem que existe o mapa de metro disponivel na web. Vou a Londres tb e ja estou estudando o mapa de metro de la cruzando as estacoes com ptos turisticos. Vamos pesquisar pessoal !

Miss Joy disse...

Olá, seguindo a indicação deste site simulei uma reserva pelo Roissybus até a Opera Garnier, mas qdo vou finalizar a reserva aparecem as seguintes opções para o recebimento do tickrt: entrega no hotel, entrega em domicilio e retirada na office du tourisme et des condrès (eu nunca oooouvi falar nisso) axei q eu pudesse simplismente imprimir por email, e agora? não tem como comprar na hora? nao sei o que faço!

espero sua ajuda, obrigadaa

jeitinhobrasileiro disse...

Que dica perfeita! Segui passo-a-passo e cheguei ao hotel em que estou hospedada sem pedir informações. O ônibus da Air France é uma opção maravilhosa!

Antonio Nino disse...

Dicas excelentes... Obrigado pela importante ajuda...

Julia disse...

Olá
Você sabe me informar se o Roissybuss faz paradas ao longo do caminho? Eu queria descer em Montmartre.

Obrigada

Tassia Belete disse...

Olá boa noite!
Meu nome é Tássia e irei viajar para Paris em Dezembro, sozinha!Primeira viagem para o exterior e sozinha! Seu blog está me ajudando muito!
Gostaria de saber como fazer para ir do aeroporto de Charles-de-Gaulle para a estação Saint Michel (qual a linha, essas coisas). Irei ficar hospedada em um hotel bem próximo!Obrigada antecipadamente!

Karla Inô disse...

OLÁ, descobri este blog agora e estou amando.....estou atrasada com meu roteiro e detalhes, na parte de transporte li pouco sobre o RER....chegarei por CDG e meu hotel fica no bairro 05 (Rue Saint Severin, 05. Panthéon).....o RER vai até meu hotel? ou é melhor pegar um taxi ?

luzios disse...

Olá!

Vou me hospedar no Hotel de Suez na Bouleverd Saint-Michel, 31. Saindo do Charles de Gaulle qual é a melhor opção?

OT Roissy disse...

Julia,
O Roissybus não faz paradas ao longo do caminho. Só é possível descer em Opéra.

Luzios,
Saindo do aeroporto Charles de Gaulle, o mais rápido é ir de trem: o RER B (desde a estação TGV Terminal 2 ou desde Roissypole Terminal 3) até Saint Michel Notre Dame. O trajeto dura 35-40 minutos. Custa 9,25€. Depois, terá que andar uns 10 minutos até o seu hotel no Boulevard Saint Michel.

OT Roissy disse...

Boa tarde,

Somos o Posto de turismo de Roissy, perto do aeroporto Charles de Gaulle. Se precisarem de informações (transporte, hotéis, restaurantes, atividades turísticas...) quando chegarem ao aeroporto, podem visitar o nosso site ou contatar-nos por telefone, e-mail ou Facebook.

Obrigado!

Jackson Martins disse...

À equipe do Posto de Turismo de Roissy, meus sinceros agradecimentos pela ajuda nas respostas às perguntas dos leitores e pela colaboração incondicional. Bravo !

Ultimamente minha carga de trabalho tem sido verdadeiramente intensa, o que tem me impedido de dedicar ao blog a atenção necessária e de responder aos leitores com a rapidez devida. Aos leitores, minhas desculpas e minha gratidão pela compreensão.

Um grande abraço a todos.

Jackson Martins disse...

Oi Karla,

Para a sua sorte a linha B do RER que sai do aeroporto Roissy-Charles de Gaulle passa por uma uma estação que fica bem pertinho do seu hotel.

Basta pegar o RER linha B que sai do aeroporto CDG sentido Saint-Remy-les-Chevreuse e descer na estação Saint-Michel Notre-Dame. Dessa estação até o 5 rue St-Severin são 4 minutos de caminhada.

Desculpa a demora na resposta. Um abraço.

Jackson Martins disse...

Antonio Nino,

Eu é que lhe sou grato pelo comentário e por acompanhar o Viver Paris apesar da inconstância das atualizações.

Um abraço.

Jackson Martins disse...

Jeitinho,

Fico contente por saber que as informações do blog lhe ajudaram em sua viagem. Uhu... Missão cumprida!

Um grande abraço.

Jackson Martins disse...

Tassia,

Para ir do aeroporto até a estação Saint-Michel Notre-Dame do RER é facinho, facinho. Basta você pegar o RER linha B que sai do aeroporto CDG sentido Saint-Remy-les-Chevreuse e descer na estação Saint-Michel Notre-Dame. Não há, portanto, a necessidade de fazer interligações, trocar de trem nem nada disso. A linha B que sai do aeroporto é a mesma que passa na estação St-Michel Notre-Dame.

Se sua referência for a estação Saint-Michel da linha 4 do Metrô a dica ainda vale: a estação St-Michel do Metrô fica a uma quadra de caminhada da estação St-Michel Notre-Dame do RER.

Obrigado pelo comentário. Desculpa a demora na resposta. Um abraço e boa viagem!

Thais Sol disse...

Olá Jackson, Bom dia.
Estou indo passear em Bruxelas agora em novembro mas antes de pegar o trem vou ficar algumas horas em Paris. Gostaria de saber se dentro de 6h dá para eu visitar algum ponto turístico da cidade e voltar para pegar o TGV? Os pontos turísticos como Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Catedral de Notre Dame são próximos um do outro?? Abraços, Thais.

Ester disse...

Olá
Obrigada pelas dicas. Chegarei no CDG e terei que ir até a Gare du Nord.´É fácil? É direto? Obrigada. ester

Anônimo disse...

estou indo para Paris dia 08/03/2013. Chego no aeroporte CDG e meu hotel é o Meliá Royal Alma. Posso pegar o trem? Qual o percurso que devo pegar

Camila disse...

Olá, tudo bem? Gostei muito das dicas! Irei para Praga mês q vem e farei uma escala em Paris, terei 12 horas livres lá, gostaria de saber se posso sair do aerorporto pra passear pela cidade em caso q estar fazendo escala... obrigada!

Marcelo Vaz da Costa disse...

Prezado Jackson,
Primeiramente parabeni-o pelo excelente Blog!
Peço-lhe a gentileza de informar qual a estação do RER de CDG/Paris devo descer para me dirigir ao hotel que ficarei hospedo localizado na 33 Boulevard de Reuilly?
Desde já agradeço atenção dispensada.
Atenciosamente,
Marcelo Costa

Jackson Martins disse...

Caro Marcelo, obrigado pelo seu contato e pelas palavras elogiosas ao blog. A opção com o menor número de correspondências utilizando o RER é a seguinte:
No aeroporto CDG pegue o RER linha B sentido Saint-Remy-les Chevreuse e desça na estação Denfer-Rochereau (trajeto de aproximadamente 45 minutos). Na estação Denfer-Rochereau siga as placas de sinalização na estação e faça a interligação para a linha 6 do metrô. Pegue o metrô sentido Nation e desça na estação Dausmenil (Felix Eboue) (trajeto de aproximadamente 13 minutos). Da estação Dausmenil (Felix Eboue) até seu local de destino são apenas 5 de caminhada. Um grande abraço!

Jackson Martins disse...

À Thais, Ester, Camila e demais leitores que não tiveram suas perguntas respondidas, peço encarecidamente que me perdoem, mas durante minha ausência temporária do blog não tive condições de responder às suas consultas.

Anônimo disse...

Muito bom o blog, estou com a mesma duvida, terei 12 horas de conexao em Paris, gostaria de saber como aproveitar esse tempo para visitar pelo menos a torre e o arco, acho que seria um bom post sobre o que fazer em conexão em Paris. obrigado

Anônimo disse...

Muito bom o blog e este post me deu uma ideia. Porque penso em pegar o RER até a estacao Saint Michel- Notre Dame e de lá ou poderia fazer a baldeacao para o metro linha 10 para descer na estao Maubert Mutualité.... só que agora vendo os comentarios uma opcao seria ir a pé.. nao é muito perto mas acho que daria uma caminhadinha (com mala!:-/)....que acham?

Jackson Martins disse...

Da estação do RER Saint-Michel Notre-Dame até o metrô Maubert-Mutualité são apenas 550m de caminhada (uns 10 minutos a pé). Se considerar que a cidade é plana e as calçadas são muito bem conservadas, você não terá nenhum problema para fazer esse percurso a pé mesmo com a mala. Além do mais, o percurso é muito bonito - aproveite!

Jackson Martins disse...

Ótima a idéia do roteiro para quem tem poucas horas disponíveis para visitar a cidade. Vou tentar o mais rápido possível escrever sobre o assunto e publicar aqu ino blog. Obrigado e um grande abraço.