5 de setembro de 2010

Construindo castelos na Espanha

A expressão "bâtir des châteaux en Espagne" (construir castelos na Espanha) é muito comum na França e faz parte do vocabulário popular francês desde o século XVI. O termo é muito usado para designar sonhos impossíveis de serem realizados ou planos que nunca saem do papel. Quer um exemplo?

Então vamos imaginar o caso do... Joãozinho. Há anos ele fala do sonho de passar um mês inteirinho hospedado no Ritz Paris - e sempre arremata dizendo que assim que se hospedar vai passar um dia inteirinho de roupão e óculos escuros, bebendo champagne na sacada e apreciando o movimento na Place Vendôme. O problema é que o Joãozinho nunca economiza 1 centavo sequer - nem para visitar a tia Eulália em Osasco. Assim, os franceses diriam que ao alimentar esse sonho um tanto opulento e irreal, o Joãozinho está construindo castelos na Espanha. Ou ainda que a tal estadia no Ritz é o “château espagnol” do Joãozinho. Portanto, a expressão é usada em qualquer situação para se referir a planos ou sonhos irrealistas.

Acima, caricatura britânica de 1740 menciona a Espanha construindo castelos no ar.

Apesar de ao longo da historia os espanhóis terem efetivamente construído cerca de 10.000 castelos em seu território (e 2.500 deles existem até hoje), a expressão foi usada pela primeira vez pelo estadista, humanista, poeta e jurista francês Etienne Pasquier (1529-1615), que certa vez exprimiu o fato de ter passado dias nos campos espanhóis e não ter visto nenhum castelo - influente do jeito que era Pasquier, sua máxima pegou rapidinho, e até hoje andam dizendo que não existem castelos na Espanha.

Mas é claro que eles existem! O castelo da foto fica na Segovia - sim, Espanha.

E acabo de me lembrar de duas canções francesas nas quais você encontra referências ao uso da expressão: Rue de la Paix, de Zazie (Pour mettre un hôtel, rue de la paix. Un monde où tout le monde s'aimerait enfin. J'achète un château en Espagne. J'achète un monde où tout le monde gagne à la fin) e L’alcool de Serge Gainsbourg (Et dans les vapeurs de l'alcool, j'vois mes châteaux espagnols, mes haras et toutes mes duchesses).

Também é comum ouvir alguns franceses usarem como sinônimo para essa expressão "bâtir des plans sur la comète" (construir planos sobre um cometa).

Para desmistificar a lenda que deu origem à expressão, segue o link para o Castillos.net, um site bastante interessante que cataloga os castelos espanhóis.

Foto menor: cartaz do filme francês “Um château em Espagne”, de Isabelle Doval.

4 comentários:

Anônimo disse...

Thank you, that was extremely valuable and interesting...I will be back again to read more on this topic.

arquiteturadoimovel disse...

Jackson, passo por aqui sempre porque os posts são muito interessantes.Abraços.Sílvia.

Jackson Martins disse...

Obrigado Silvia! Um grande abraco.

Claudia Bins (Cacau) disse...

Sensasional esse post!!!! Amei!