22 de outubro de 2009

La Société

Os irmãos Costes parecem mesmo ter descoberto o toque de Midas: idealizadores de empreendimentos de sucesso como o Hotel Costes e o restaurante L'Avenue, eles montaram recentemente em Paris o très, très chic restaurante La Société - que já é um dos points mais badalados da cidade.

Instalado em um discreto edifício de 1851, o La Société é um restaurante com feitios de jazz bar, sendo considerado um dos negócios mais sofisticados dos irmãos Costes. Apesar de ficar em uma das áreas mais movimentadas do quartier Saint-Germain, o restaurante comumente passa despercebido para quem não o conhece, graças a uma singela porta de carvalho, também do século XIX, que discretamente mantém bem guardada a essência do La Société.

A decoração em estilo clássico é assinada por Christian Liaigre, que dividiu o ambiente em três áreas igualmente esmeradas e com uma leve atmosfera zen. O mobiliário feito sob medida em couro e madeira é outro ponto de efeito na decoração. Existem ainda esculturas de diversos artistas espalhadas harmoniosamente por todos os lados, o que confere ao restaurante um certo ar de galeria de arte.

Além das deliciosas novidades que compõem o cardápio, o menu reúne alguns dos pratos consagrados de outros restaurantes dos frères Costes - sejam cults ou inéditos, todos são preparados exclusivamente com ingredientes orgânicos. Com todos esses atributos o La Société se estabeleceu rapidamente como a nova Meca gastronômica da mais fina nata de bem nascidos da sociedade parisiense, caindo no gosto de estrelas do cinema e de astros da música, de personalidades da TV e de executivos da linha de frente das grandes corporações.

Mas apesar de ser ser um restaurante no melhor estilo crème de la crème, o La Société está longe de ser impeditivo para nós, "meros mortais": as formules com entrada, prato principal e sobremesa custam, em média, 60,00€.

La Société
4, place Saint-Germain des Prés
Tel.: 01 5363 6060
Metrô: Saint-Germain des Prés linha 4
Aberto diariamente das 8h00 as 2h00

2 comentários:

Cláudia disse...

É aquele ditado " as águas correm sempre para o mar", tudo o que eles abrem é sucesso instantâneo. Depois do La Société, li na Vogue, que eles abriram o Café Germain, na Rue de Buci e que também já está badalado.Muitos implicam com os estabelecimentos dos irmãos Costes dizendo que são lugares do tipo "para ver e ser visto" e que a comida fica em segundo plano. Conheço alguns de seus restaurantes e em todos que fui ,tudo o que pedi estava muito bom. E como você mesmo diz,os preços não são proibitivos.O La Société estava na minha listinha para ter ido em julho passado, mas acabou não dando.Vai ficar para a próxima.

Claudia Bins (Cacau) disse...

Jack,

Obrigada pelos votos e pelo comentário carinhoso lá no Mosaico.

Tem um selinho pra você lá. ;-)

Abraço,

Claudia