15 de janeiro de 2009

Yves Saint Laurent

Após passar a juventude na Argélia, país onde nasceu em 1 de agosto de 1936, Yves Henri Donat Mathieu-Saint Laurent vem à Paris aos 18 anos para estudar desenho na Chambre Syndicale de la Haute Couture (Câmara Sindical da Alta Costura).

Em 1955, Christian Dior percebe o talento do jovem Saint Laurent e o emprega como assistente modelista. Dois anos mais tarde, com a morte de seu mentor, Saint Laurent o sucede no comando da famosa maison Dior e conhece o seu primeiro grande sucesso: a coleção Trapèse (Trapézio). Com apenas 21 anos na época, passa a ser conhecido em Paris como o Pequeno Príncipe da Costura.

Com a ajuda do companheiro, o influente homem de negócios Pierre Bergé, Saint Laurent funda sua própria linha de alta costura em 1961 com a criação da marca YSL - a parceria administrativa entre Bergé e Saint Laurent duraria praticamente até os últimos anos de vida do estilista, apesar de terem rompido ligações afetivas em 1976.

O jovem comandante da maison Dior na foto de Loomis Dean para a revista Life em 1958.

A primeira coleção de Saint Laurent, de 1962, foi um grande sucesso, o qual se confirmou nas décadas seguintes através da genialidade criativa que lhe garantiu reputação mundial: aliando praticidade e sofisticação, Yves Saint Laurent lançou o smoking feminino - que permitiria que as mulheres pudessem enfim trabalhar de calças compridas. Além disso, foi o responsável pela popularização dos casacos pretos, pelo desenvolvimento do estilo beatnik dos anos 60, pela criação das sahariennes, dos costumes de tweed, do tailleur-pantalon...

Em 1966, Saint Laurent abre uma loja de moda feminina na Rive Gauche de Paris com a proposta de popularizar o prêt-à-porter, desenvolvendo roupas de bom gosto e corte impecável a preços bem mais acessíveis que a alta costura. Três anos mais tarde, Saint Laurent inicia o mesmo trabalho com as roupas masculinas.

Imagem da Yves Saint Laurent Rive Gauche em Paris.

Posteriormente Yves Saint Laurent realizou numerosas criações de vestimenta e decoração para o cinema e o teatro. A partir de 1983, vários museus passam a lhe consagrar homenagens e exposições. Em 2001, Yves Saint Laurent foi nomeado Comandante da Legião de Honra da França, recebendo a honraria do próprio presidente francês Jacques Chirac.

video

No video da AFP, a coleção prêt-à-porter outono-inverno 2008-2009 Yves Saint Laurent com comentários de Stefano Pilati.


No dia 7 de Janeiro de 2002, Yves Saint Laurent anuncia seu adeus ao mundo da moda após apresentar um desfile de retrospectiva de toda a sua carreira. A direção da maison Yves Saint Laurent passa então para Tom Ford, que em 2004 deixa o posto para Stefano Pilati.

Yves Saint Laurent morreu no dia 1 de junho de 2008, vítima de câncer cerebral, em seu apartamento em Paris, deixando para sempre a imagem de seu gênio revolucionário gravado na historia da moda. As cinzas de Yves Saint Laurent repousam no Jardin Majorelle, um jardim-atelier de propriedade do estilista em Marrakech.

Nos traços do cartunista Jipad, o adeus ao Petit Prince de la Couture.

Com Pierre Bergé, ele criou uma famosa fundação em Paris que mostra toda a história da maison YSL. A Fondation Pierre Bergé-Yves Saint Laurent conta com um acervo de mais de 15 mil objetos e 5 mil peças de vestuário relacionadas ao estilista.

"Tenho um único arrependimento: não ter inventado o jeans." -Yves Saint Laurent

Fondation Pierre Bergé-Yves Saint Laurent
5 avenue Marceau

Tel.: 01 4431 6400
Metrô: Alma Marceau linha 9
Ônibus: linhas 42, 63, 80, 92 e 72
Abre de segunda a sexta das 9h30 as 13h00 e das 14h30 as 18h00

Para saber mais: YSL

Nenhum comentário: