16 de outubro de 2008

Bénabar

Um artista que andava meio sumidão e agora volta com força total ao cenário musical francês é o cantor e compositor Bénabar. Conhecido como “o poeta do cotidiano”, Bénabar lançou nesta segunda-feira o seu novo álbum Infréquentable, que ao que tudo indica será a grande sensação por aqui.

Apesar de estar na mesma faixa de idade que a maioria dos grandes cantores da Varieté Française - a música pop francesa -, Bénabar adotou como estilo musical a Chanson Française. O que isso quer dizer? Que ele faz músicas inspiradas em ritmos tradicionais com um certo ar retrô - aquelas que a gente só de ouvir a batida já sabe de cara que é música francesa. Seus temas recorrentes são os fatos do dia a dia, como a amizade, o trabalho ou a vida em casal. Em seu novo álbum, Bénabar tem como foco principal nos mostrar um pouco de seu próprio cotidiano como pai de família.

Segundo afirmações do próprio artista, ele passa a maior parte do dia escrevendo, o que lhe garante letras bem elaboradas, recheadas de bom humor, mas que não deixam de lado a ironia das situações cotidianas nem a observação sensível das pequenas coisas da vida. Letras inteligentes e reflexivas, enfim - mas emolduradas por músicas repletas de energia.

No início do ano passado Bénabar foi agraciado com dois prêmios Victoires de la Musique: um como artista do ano e outro por Le dîner a canção original do ano. Em 2004 ele já havia sido recompensado nessa mesma premiação pelo melhor álbum do ano com Les risques du métier.

Mesmo sem estar se apresentando nos palcos ultimamente, Bénabar não deixa de participar de concertos pelo país se é por uma boa causa. Participou dos shows dos Enfoirés em 2007 e 2008 em benefício dos Restos du Coeur, entidade que luta no combate a fome e a pobreza, e do Sidaction em 2007 em prol da luta contra a AIDS. Sob o plano político, participou das manifestações organizadas por Charlie Habdo e do SOS Racisme. Nas últimas eleições presidenciais, o cantor tomou partido e fez campanha aberta em favor da candidata socialista Ségolène Royal.

Foi ouvindo um álbum de um Bénabar ainda em início de carreira que o lendário Henri Salvador (um eterno apaixonado pelo Rio de Janeiro) decidiu convidá-lo para abrir seus shows através de toda a França. No total, Bénabar fez 140 shows de abertura para Salvador. Como sempre, fecho o post com um clipe. Desta vez, Le dîner de Bénabar.

Discografia: La p'tite monnaie (1997), Bénabar (2001), Les risques du métier (2003), Live au Grand Rex (2004), Reprise des négociations (2005), The best of (2007) e Infréquentable (2008).

video

Para saber mais: http://www.benabar.com/
Para ouvir no Deezer: http://www.deezer.com/#music/artist/846
Para comprar o novo CD de Bénabar na Fnac: Infréquentable

O shows da tourné Infréquentable em Paris estão marcados para os dias de 11 e 14 de março de 2009 no Le Zenith. Para comprar seu ingresso na Fnac, clique aqui.

nouveautescd_120x60

Nenhum comentário: